Honram-me lendo meus escritos...

domingo, 28 de outubro de 2012

Mundano

Creia,

eu nunca cri
no sacrifício,
no sacrilégio,
no tédio da missa
e nem na premissa
de que Deus castiga
e eu sou pecador
desde a concepção

Não faço promessa
não tenho figa
e não tem essa
de que a vida
se estende mais um bucado
Sim,pro outro lado!

Não uso terno
na porta da igreja
e se dizes, do púlpito,
que o Senhor (ou Alá)
me mandará pro inferno,
de modo abrupto,
que assim seja!
te espero por lá!

24 comentários:

  1. Limerique

    Eles aos pecados dizem adeus
    Nas igrejas acolhem aos seus
    Mas em total inversão
    Que não tem explicação
    Matam outros em nome de Deus.

    ResponderExcluir
  2. Limerique

    Eles se preocupam com o “novo”
    Será que foi a galinha ou o ovo?
    No saber não fazem apostas
    Da vida não sabem repostas
    Pois religião é o ópio do povo.

    ResponderExcluir
  3. Limerique

    Então, onde quer que você esteja
    Sempre haverá imponente igreja
    Que “verdade” empalma
    E quer ganhar su’alma
    Sinceramente, melhor uma cerveja

    ResponderExcluir
  4. Me lembrei do tempo de criança quando qualquer coisa que a gente fazia de errado um adulto dizia"Deus castiga..."rs.
    Olá poeta!! Será que vc aceitaria um presente meu? Tá lá no meu "Sonhos e versos"
    Passa lá quando puder. Aliás, você anda sumido..rs Abraços amigo.

    ResponderExcluir
  5. Nos encontraremos então para uma cervejinha kkkkkkk, vou aceitar um copinho também do Jair Lopes.

    ResponderExcluir
  6. Oi Cristiano, fico muito satisfeita qdo visita minhas palavras...
    e se gosta então, me alegra, pq respeito sua opinião baseada no que vc escreve...

    abraço carinhoso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada Lucielle, sigamos em frente aprendendo mutuamente!!!


      Muita paz!

      Excluir
  7. Gostei dos versos......me encontrei nessas palavras, com exceção da segunda estrofe pois creio em algo além daqui...

    Saudações caro amigo

    ResponderExcluir
  8. Que nada!!!
    os valores mudaram muito, acho que nada disso existe mais.
    beijos!!!

    ResponderExcluir
  9. Um poema muito bem construído, embora como diz uma amiga acima também creio em algo para além...Bjs e bom domingo. Ailime

    ResponderExcluir
  10. Sempre brincando muito bem com as palavras, bardo. Não lembro de um outro poema tão leve sobre esse assunto tão pesado.

    ResponderExcluir