Honram-me lendo meus escritos...

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Poema

Vi, pela manhã,
um breve raio de sol
Ouvi o canto da sabiá
disputando com o sanhaço.

Notei algo tão óbvio:
a natureza não rima para fazer poesia

11 comentários:

  1. Limerique

    Ele descobre que não existe rima
    Na natureza como matéria prima
    Pois vates que deram início
    A esse claro artifício
    Pra catalisar versos como enzima.

    ResponderExcluir
  2. Verdade. Sem rimas e com raras belezas.
    Beijos,

    ResponderExcluir
  3. A natureza a FAZ e, com MAESTRIA...
    Lindo e singelo poema que nos toca profundamente.
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Olá Cristiano, parabéns!
    Tua sensibilidade flagrou um lindo momento.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  5. Olá Cristiano a natureza é perfeita a humanidade é quem precisa de ferramentas para tentar chegar perto do divino.Admirável tua criação!Um beijo de violetas

    ResponderExcluir