Honram-me lendo meus escritos...

segunda-feira, 10 de junho de 2013

Homofobia

Maria na igreja
pediu, fervorosa,
dois dedos de prosa
com Santo Antônio

Toda bem fazeja
Nervosa e gaga
prometeu boa paga
por um matrimônio

Ao saber, o santo,
ser outra Maria
que a moça queria
para convivência

disse,com espanto:
Pr'um amor indevido
esse seu pedido
caiu em exigência

Cristiano Marcell

16 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Desculpe, mas o limerique anterior saiu com incorreção. Então aí vai o correto:

    Num país longe de tudo, num canto
    Nada mais causa qualquer espanto
    É legal a homofobia
    Está na ordem do dia
    Homofóbico o padre e até o santo.

    ResponderExcluir
  3. Sensacional! Lida com humor e crítica na medida certa da poesia.

    ResponderExcluir
  4. Bela poesia, onde, sim, o humor casa com a crítica.

    ResponderExcluir
  5. Devia ter pedido dois dedos pra outra coisa...

    Lê o Marcelino, velho. Cê vai gostar: http://marcelinofreire.wordpress.com/2013/03/14/meu-casamento-gay/

    ResponderExcluir
  6. A vaidade é um bichinho escroto que se imiscui nas mentes de todos nós, até naqueles que se sentem acima desse mundanismo deplorável. Quero corroborar o que digo, leia o texto de hoje do mestre Chassot no blogue:http://mestrechassot.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Limerique

    Marcell, vate que não fugia do pau
    Cuja produção do mais alto grau
    Era tão eloquente
    Cessou de repente
    Privou-nos de criação tão original.

    ResponderExcluir