Honram-me lendo meus escritos...

domingo, 24 de junho de 2012

Escola dominical

Falaram-me de Deus,
dos gentios
dos hebreus
Dalila e Sansão
dos filisteus
dos zelotes, saduceus
de Jesus
dos essênios, galileus
Lázaro, Judas, João
da cruz
de Maria
(a Madalena
e a mãe do filho do homem),
das centenas de pães
e peixes
que comeram(e comem)
dos feixes
de Simão,de Jonas, de Saulo
das revelações de Moisés
dos salmos de Paulo
da lavagem dos pés
da fuga do Egito
da Judéia
da sarça ardente
De José de Arimatéia
de tantas mortes
da traição, do suicídio
de Herodes
Jetro, Labão, Lia, Ramsés
do infanticídio
Barrabás
Fariseus
Satanás
O caminho
não matarás
da comunhão
do inferno
da hóstia, do vinho
Davi, Elias, Salomão
do reino do mal
do dízimo mensal
dos montes Tabor e Sinai
da minha conversão

Perdoai-vos Pai

Por que, ao invés do amém
do dilúvio
do disse-me-disse
disso tudo
do fim do mundo
do apocalipse
o padre, o bispo, o irmão,
ninguém,
disse-me com convicção
que bastava ter amor,
suportar a dor
e fazer o bem?

Cristiano Marcell

24 comentários:

  1. Uma grande verdade. A palavra dita sem convicção não toca a alma, nem o coração.É muito falatório desnecessário e tudo poderia ser resumido numa palavra "Amor".É o que falta. Abraços

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. Justamente! A força que emana, demos a ela o nome que acharmos melhor, é regida por esse sentimento!

      Excluir
  3. eis a equação e o mandamento novo que congrega toda a ordem das coisas: mesmo a velha.

    um abraço!

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Limerique

    A “verdade” a religião empalma
    Da gente a angústia acalma
    Mas quando morre
    Quem nos socorre?
    Meu Deus do céu! Cadê minha alma?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O além-túmulo é sempre intrigante! Parece que todos fazemos o bem, não pela vontade interior, e sim por medo do pior que nos aguarda por consequência!

      Muita paz!

      Excluir
  6. Um poema forte e cheio de fé. Gostei, Cristiano.

    Obrigada pela visita!
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  7. Nome
    Pronuncia vazia
    Superando os séculos
    Letra por letra
    Pedra por pedra
    Luz no fundo do túnel
    Onde o esquecimento?
    Nome e sobrenome
    Em sílabas separadas
    Grávidas apesar de tudo
    A espera é demorada
    Na muralha do infinito
    Dúvida ejaculada e prematura
    Ectoplasma
    no lugar
    Da memória perdida...

    ResponderExcluir
  8. Ecoa esta verdade no meu coração também!Mais que tudo, Deus é amor.

    ResponderExcluir
  9. Cristiano um poema forte e no final o ouro brilha na conclusão perfeita !
    Tua verve é refinada caro Poeta!
    um beijo de violetas

    ResponderExcluir
  10. Ninguém disse que tudo é mais simples
    Ninguém...

    Só é urgente o amor!

    Obrigada por o encontrar nos "7degraus"

    maria Luísa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu é que eagradeço sua presença, minha cara! Muita paz!

      Excluir